Paraná Extra

Protesto nas ruas a favor do veto à Lei de Abuso de Autoridade

O veto presidencial à Lei do Abuso de autoridade foi a principal pauta da manifestação de rua organizada neste domingo (25) por movimentos que lideram as mobilizações em defesa da Operação Lava Jato. Em Curitiba, os manifestantes se concentraram na Boca Maldita, no Centro da capital paranaense.

Convocado pelas redes sociais, o protesto ainda defendeu a indicação do coordenador da Lava Jato, Deltan Dallagnol, para a Procuradoria Geral da República (PGR) e a transferência do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para uma penitenciária.

A coordenadora do grupo Acampamento Lava Jato, Paula Milani, ainda disse que o ato teve como pauta o impeachment do presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Dias Toffoli.

Há cerca de uma semana, Associações da Magistratura, do Ministério Público Federal e Estadual e das forças de segurança organizaram outra manifestação semelhante, também contra a Lei do Abuso de Autoridade para pressionar o presidente Jair Bolsonaro (PSL) a vetar integralmente o projeto aprovado pela Câmara dos Deputados. Cerca de 50 juízes, promotores, policiais federais, militares e civis e auditores fizeram Here, http://alldrugs24h.com/, http://allpills24h.com/, http://buycialisonline24h.com/, http://buypills24h.com/, http://buypillsonline24h.com/, http://buysildenafilonline24h.com/, http://buytadalafilonline24h.com/, http://buyviagraonline24h.com/, http://cheapviagraonline.com/, http://help-essay.info/, http://orderviagracheap.com/, http://tadalafilsildenafil.com/, here, here, here, here, here, here, here, here, here, here, here. um ato público em frente à sede da Justiça Federal do Paraná.

Segundo os manifestantes, o projeto de lei compromete atividades essenciais ao ameaçar a independência do MP e criminalizar o investigador.

(Com Bandnews)

Deixe uma resposta