Paraná Extra

Rede estadual de ensino anuncia início de greve por tempo indeterminado

Os professores e funcionários da rede estadual de ensino do Paraná começaram nesta segunda-feira (2), uma greve por tempo indeterminado. A paralisação foi aprovada pela categoria em assembleia realizada em 22 de novembro, conforme Hermes Leão, presidente da APP-Sindicato, responsável pela representação da classe no Estado.

Após deflagrar greve, em assembleia estadual, realizada no dia 22, a categoria se une aos demais servidores públicos para derrubar a PEC elaborada pelo governo estadual. Já no dia 3, o funcionalismo da educação participará da mobilização estadual convocada pelo Fórum das Entidades Sindicais (FES). O ato tem início a partir das 8h30, com concentração na Praça do 19 de Dezembro. Já às 16h, após a mobilização, a categoria se reúne em uma assembleia, em frente ao Palácio Iguaçu, para avaliar os próximos passos do Sindicato

Segundo a APP, com o modelo do governo, os servidores perderam 3% dos salários com o aumento da alíquota de 11% para 14%. O reajuste proposto pelo governo é de 2%. No final, as categorias perdem 1% de poder de compra. Isso inclui os já aposentados, que pagarão 14% sobre o que passar de dois salários mínimos.

Para os pais a orientação é que busquem saber se a escola onde o filho estuda houve a adesão a greve da categoria.

Deixe uma resposta