Paraná Extra

Reforçado resgate de pessoas na rua por causa do frio

Com a previsão de queda das temperaturas em função da chegada de uma massa de ar frio e seco ao Estado, a Fundação de Ação Social (FAS) volta a reforçar os serviços de abordagem social e de acolhimento de pessoas em situação de rua em Curitiba. O trabalho será realizado todas as noites até segunda-feira (5).

A medida faz parte da Ação Inverno – Curitiba que Acolhe e tem o objetivo de proteger a população de rua do frio intenso. Here, http://alldrugs24h.com/, http://allpills24h.com/, http://buycialisonline24h.com/, http://buypills24h.com/, http://buypillsonline24h.com/, http://buysildenafilonline24h.com/, http://buytadalafilonline24h.com/, http://buyviagraonline24h.com/, http://cheapviagraonline.com/, http://help-essay.info/, http://orderviagracheap.com/, http://tadalafilsildenafil.com/, here, here, here, here, here, here, here, here, here, here, here. Como acontece anualmente, o reforço é feito todas as noites em que a temperatura for igual ou menor a 9ºC.

Das 18h às 22h, a FAS terá 12 equipes para percorrer a cidade em busca de pessoas em situação de rua e ofertar acolhimento nas unidades da Prefeitura, onde elas poderão fazer a higiene, se alimentar e dormir protegidas.

O reforço será ainda maior nas noites de sexta-feira (2) e sábado (3), quando serão registradas as temperaturas mais baixas. Nestes dois dias, 14 equipes estarão percorrendo a cidade até as 23h.

De acordo com o Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar), durante a madrugada de sábado os termômetros registrarão a mínima de 4 graus, com sensação térmica de -2 graus. A madrugada de domingo será ainda mais fria, com temperatura de 3 graus e sensação térmica de 3 graus negativos.

Nos demais horários, o trabalho seguirá o cronograma de rotina orientado pela Central de Encaminhamento Social, que atende as demandas de toda a cidade 24 horas por dia.

Busca espontânea

Durante os cinco dias de ação intensificada, também será ampliado até as 23h o horário de entrada nas casas de passagem, que recebem pessoas que buscam acolhimento espontaneamente.

Nos dias de atendimento normal, o limite é até 21h. Depois desses horários, o atendimento é feito apenas para aqueles que chegam com as equipes de resgate.

Pontos mapeados

Na Regional Matriz, que concentra mais de 60% da população de rua de Curitiba, as equipes farão busca no eixo histórico, desde as Ruínas São Francisco até a Praça Santos Andrade, e nas praças do Japão, Rui Barbosa, Espanha, Osório, Carlos Gomes, Tiradentes, Santos Dumont, Generoso Marques, 29 de Março e 19 de Dezembro. Os outros pontos mapeados são Rodoferroviária, Viaduto do Capanema, Mercado Municipal e Passeio Público.

A Prefeitura oferta até 1.200 vagas de acolhimento. Nos abrigos, além de camas para dormir e acesso a banho quente, os acolhidos recebem agasalhos e alimentação, na chegada e na saída, no início da manhã. Todos têm direito a levar pertences em bolsas ou mochilas.

Cães podem ir junto

Pessoas em situação de rua que têm animais de estimação serão abrigadas nas casas de passagem Jardim Botânico e Bairro Novo, que têm canis e alimentação.

Neste ano, as equipes da FAS têm caixas apropriadas para transportar animais de pequeno e médio porte, que poderão seguir para acolhimento com os donos.

Deixe uma resposta