Paraná Extra

Saque acima de R$ 50 mil deve ser informado 3 dias antes

A partir de agora, o cliente bancA?rio que precisar sacar na boca do caixa valor igual ou acima de R$ 50 mil deverA? informar a operaA�A?o com, no mA�nimo, trA?s dias A?teis de antecedA?ncia. Segundo a FederaA�A?o Brasileira de Bancos (Febraban), tambA�m serA? preciso fornecer dados adicionais sobre a transaA�A?o, como os motivos do saque e a identificaA�A?o dos beneficiA?rios.

De acordo com a entidade, a medida foi determinada pelo Banco Central (BC) para aumentar o controle sobre movimentaA�A�es financeiras de alto valor em espA�cie. AtA� entA?o, a comunicaA�A?o prA�via ao banco era exigida apenas com um dia A?til de antecedA?ncia e para valor igual ou acima de R$ 100 mil. As exigA?ncias constam na Circular 3.839 do BC, publicada em 30 de junho, e que tinha prazo de 180 dias para entrada em vigor.

O formulA?rio para a comunicaA�A?o prA�via pode ser preenchido por meio eletrA?nico nos portais dos bancos ou nas agA?ncias bancA?rias. As informaA�A�es fornecidas pelos clientes serA?o automaticamente encaminhadas ao Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf). Em 2017, segundo a Febraban, o sistema financeiro fez mais de 1 milhA?o de comunicaA�A�es de operaA�A�es em espA�cie.

Para a entidade, as medidas contribuem para aprimorar as polA�ticas oficiais de combate A� corrupA�A?o e A� lavagem de dinheiro e, ao mesmo tempo, darA?o mais seguranA�a aos clientes na realizaA�A?o das operaA�A�es. Entretanto, a Febraban orienta os clientes que deem preferA?ncia aos canais eletrA?nicos para transferA?ncias e outras transaA�A�es.

A mudanA�a nas regras de saques em dinheiro faz parte das aA�A�es desenvolvidas na EstratA�gia Nacional de Combate A� CorrupA�A?o e A� Lavagem de Dinheiro (Enccla). Segundo a Febraban, a instA?ncia foi criada em 2003 para articular a aA�A?o de entidades pA?blicas e da sociedade civil na prevenA�A?o e combate A� corrupA�A?o e A� lavagem de dinheiro.

Deixe uma resposta