Paraná Extra

Saúde alerta para combate ao abuso sexual de crianças

No Paraná, dos 40.551 mil casos notificados de violência interpessoal, 44,01% (17.863) são casos que envolvem crianças e adolescentes. Os dados são de 2019, do Sistema de Informação de Agravos (Sinam). Nesta segunda-feira (18), é o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, e a Secretaria Estadual da Saúde do Paraná alerta para a gravidade do assunto.

No que se refere às notificações de violência sexual, os dados no Estado são alarmantes, dos 4.326 registros no sistema, 76,9% (3.329) foram praticados contra crianças e adolescentes. Só nos primeiros meses deste ano, o Governo Federal registrou 4,7 mil novas denúncias. Os números mostram que mais de 70% dos casos de abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes são praticados por pais, mães, padrastos ou outros parentes próximos das vítimas. Também em mais de 70% dos registros, a violência foi cometida na casa do abusador ou da vítima.

Segundo a SESA, é preciso mobilizar a sociedade a participar da luta em defesa dos direitos de crianças e adolescentes. É importante também o papel da rede de proteção e dos profissionais de saúde no acolhimento das crianças e dos adolescentes, de forma integral e humanizada. O Paraná possui um canal próprio que recebe denúncias o “Disque 181”.

O Disque 100 (Direitos Humanos), também recebe ligações de qualquer telefone fixo ou móvel, ambos são serviços de atendimento telefônico gratuitos que recebem denúncias sobre violações de crianças e adolescentes. Funcionam 24 horas por dia. As denúncias são anônimas.

Deixe uma resposta