Paraná Extra

Servidores públicos em greve promovem novo ato no Centro Cívico

Em greve há 14 dias, servidores públicos estaduais promovem novo ato público nesta terça-feira (9). Depois de se concentrarem na Praça  19 de Dezembro, os servidores – a maioria professores – se dirigem ao Centro Cívico, onde estão acampados desde a semana passada.

Ontem (8), o presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, deputado Ademar Traiano, informou que os trabalhos do primeiro semestre legislativo serão encerrados nesta semana e que a proposta de reajuste dos servidores do Executivo, encaminhada à Assembleia na semana passada, será discutida somente a partir de agosto. O governo também retirou o regime de urgência do projeto que previa o reajuste inicial de 0,5%.

O governo estadual chegou a fazer nova proposta aos servidores estaduais. A contraproposta apresentada ao Fórum das Entidades Sindicais (FES) prevê um parcelamento no reajuste, mas com a primeira reposição de 2% acontecendo em janeiro. Os servidores, porém, pedem para ela aconteça ainda em outubro deste ano.

Na semana passada, o governo fez uma proposta de reajuste em etapas, sendo 0,5% a partir de outubro deste ano; 1,5% a partir de março de 2020; 1,5% a partir de janeiro de 2021 e 1,5% a partir de janeiro de 2022. Estas duas últimas parcelas ficariam condicionadas ao crescimento mínimo de 6,5% e 7%, respectivamente, da receita corrente líquida em relação ao ano anterior. Os servidores, porém, contestam datas e retirada de outros direitos conquistados pelas categorias.

 

Deixe uma resposta