Paraná Extra

Sete ex-prefeitos ligados Ai?? Amunorpi tA?m bens indisponibilizados

Em Santo AntA?nio da Platina, no Norte Pioneiro do estado, 11 pessoas ligadas Ai?? AssociaAi??A?o dos MunicAi??pios do Norte Pioneiro (Amunorpi), incluindo ex-prefeitos de cidades da regiA?o e ex-funcionA?rios da associaAi??A?o, estA?o com bens indisponibilizados liminarmente pela JustiAi??a. O bloqueio atende aAi??A?o civil pA?blica por ato de improbidade administrativa proposta pelo MinistAi??rio PA?blico do ParanA?, por meio do Grupo Especializado na ProteAi??A?o ao PatrimA?nio PA?blico e no Combate Ai?? Improbidade Administrativa (Gepatria), como mais um dos resultados da OperaAi??A?o Cheque em Branco.

Desde 2015, o MPPR apura diversas irregularidades cometidas pela gestA?o da Amunorpi, entidade privada mantida com verbas pA?blicas repassadas pelos 26 municAi??pios associados. No caso em questA?o, a aAi??A?o trata de gastos irregulares com combustAi??veis, havendo indAi??cios de uso de dinheiro pA?blico para abastecer veAi??culos particulares. As investigaAi??Ai??es verificaram um gasto aproximado de R$ 50 mil pela Amunorpi, sendo que perto de R$ 20 mil teriam sido gastos indevidamente com veAi??culos privados.

Durante o perAi??odo analisado (2010 a 2015), a Amunorpi possuAi??a pelo menos dois veAi??culos. Para surpresa do MinistAi??rio PA?blico, quando foi feito o levantamento dos documentos contA?beis, descobriu-se uma sAi??rie de despesas com o abastecimento desses automA?veis e tambAi??m de veAi??culos particulares dos ex-funcionA?rios da Amunorpi e de terceiros a eles relacionados ou de carros sem identificaAi??A?o do proprietA?rio ai??i?? todas contabilizadas em nome da AssociaAi??A?o.

Uso particular ai??i?? Os requeridos abasteciam seus veAi??culos particulares, mediante indicaAi??A?o da placa na nota ou cupom fiscal, e, com autorizaAi??A?o da secretA?ria-executiva robaxin 500mg suppliers. da entidade, identificando o beneficiado, faziam o pagamento com recursos da Amunorpi. Os valores dessas notas ou faturas eram contabilizados junto com as demais despesas de combustAi??vel dos carros da associaAi??A?o. Em alguns casos, constatou-se o abastecimento de veAi??culos privados inclusive em finais de semana, sendo nAi??tido o uso de dinheiro pA?blico para fins particulares.

Para isso, foi fundamental a participaAi??A?o dos presidentes que estiveram Ai?? frente da AssociaAi??A?o no perAi??odo, jA? que os cheques com os quais foram pagas essas despesas tambAi??m foram assinados por eles, safe warfarin without prescription, safe warfarin without prescription, safe warfarin without prescription, safe warfarin without prescription, safe warfarin without prescription, safe warfarin without prescription. cada qual em seu mandato. AlAi??m disso, era dever dos presidentes fiscalizar a destinaAi??A?o dos recursos pA?blicos, e as despesas com combustAi??vel deveriam ser necessariamente destinadas ao abastecimento de veAi??culos de propriedade e uso da Amunorpi, o que nA?o ocorreu.

A liminar foi concedida pelo JuAi??zo da Vara da Fazenda PA?blica de Santo AntA?nio da Platina. Foi imposta a indisponibilidade de bens dos rAi??us em valores diversos, sendo o maior em R$ 51.446,37. EstA?o entre online bystolic prescriptions, online bystolic prescriptions, online bystolic prescriptions, online bystolic prescriptions, online bystolic prescriptions, online bystolic prescriptions, online bystolic prescriptions, online bystolic prescriptions, online bystolic prescriptions, online bystolic prescriptions, online bystolic prescriptions, online bystolic prescriptions, online bystolic prescriptions, online bystolic prescriptions, online bystolic prescriptions, online bystolic prescriptions, online bystolic prescriptions, online bystolic prescriptions. os rAi??us ex-prefeitos dos municAi??pios de Siqueira Campos (gestA?o 2009-2012), Joaquim TA?vora (gestA?o 2009-2012), RibeirA?o do Pinhal (gestA?o 2009-2012), Guapirama (gestA?o 2013-2016), Tomazina (gestA?o 2013-2016), Barra do JacarAi?? (gestA?o 2013-2016) e Wenceslau Braz (gestA?o 2013-2016).

Com a aAi??A?o, o Gepatria busca a condenaAi??A?o de todos por ato de improbidade, o que pode levar a sanAi??Ai??es como a perda da funAi??A?o pA?blica, suspensA?o dos direitos polAi??ticos, devoluAi??A?o dos valores recebidos irregularmente e pagamento de multa.

Deixe uma resposta