Paraná Extra

Setor varejista deve ter retomada neste ano

O setor varejista brasileiro segue em ritmo de retomada e crescimento, e com muitas novidades que serA?o tendA?ncias de mercado, jA? a partir deste ano. Os maiores desafios sA?o como fidelizar os clientes cada vez mais exigentes e ampliar as vendas em um cenA?rio tA?o competitivo, inovador e tecnolA?gico. Explorar o ambiente fAi??sico e o digital e criar canais de relacionamento com consumidores que facilitem a compra tambAi??m sA?o pilares para a sustentabilidade do negA?cio. O panorama reflete um olhar positivo para a AssociaAi??A?o Brasileira de Lojistas de Shopping (Alshop), que enxerga um ritmo mais forte de crescimento do varejo em 2018. A Alshop aposta em incentivo importante e progressivo aos investimentos no setor e tem certeza de uma situaAi??A?o muito favorA?vel para os varejistas.

O comAi??rcio eletrA?nico se destaca com um desempenho otimista, registrando um faturamento de R$ 49,7 bilhAi??es em 2017. De acordo com a Alshop, a estimativa Ai?? de que o e-commerce tenha contribuAi??do com 4,3% nas vendas do varejo no ano passado – ante participaAi??A?o de 3,8% em 2016. Em 2018, o varejo online brasileiro deve arrecadar cerca de R$ 86,3 bilhAi??es, excluindo vendas dos setores de ingressos e turismo. Por outro lado, 93,4 milhAi??es de internautas brasileiros classificados como ai???digital shoppersai???, (usuA?rios que navegaram, pesquisaram e adquiriram produtos online), nA?o finalizaram a compra, necessariamente, pela internet. Os consumidores buscam conveniA?ncia e comodidade no mercado virtual, por isso sA?o fatores decisivos o valor do frete e a forma da entrega.

O consumo das famAi??lias tambAi??m percorre o caminho da expansA?o e, segundo estudo realizado pelo Credit Suisse, deve ter um crescimento expressivo de 2,8%. “A expectativa para o varejo em 2018 Ai?? moderna, revolucionA?ria e disruptiva”, avalia Jorge Biff Netto, coordenador da A?rea de MBA da Universidade Positivo (UP), de Curitiba (PR). ai???Hoje temos diversos sinais de recuperaAi??A?o. SerA? um ano que apenas experientes e preparados irA?o sobreviverai???, assegura. Biff Neto lembra que um dos setores que mais experimentou expansA?o foi o tA?xtil. A estimativa para o segmento Ai?? crescimento de 3,2% no volume de vendas do vestuA?rio, chegando a 6,34 bilhAi??es de peAi??as. JA? em valores nominais (sem descontar a inflaAi??A?o), espera-se evoluAi??A?o de 6,3%, o que equivale a R$ 204,34 bilhAi??es. Segundo o coordenador, os fatores que mais contribuAi??ram para sinais positivos na economia foram os atos do ComitA? de PolAi??tica MonetA?ria do Banco Central (Copom), a queda dos juros, o controle da inflaAi??A?o e as mudanAi??as trabalhistas.

Deixe uma resposta