Paraná Extra

STF torna réu, por unanimidade, o senador Aécio Neves

Por cinco votos a zero, o Supremo Tribunal Federal decidiu nesta terça-feira (17) tornar o senador Aécio Neves (PSDB-MG) réu.  O julgamento foi  realizado pela Primeira Turma, composta por 5 dos 11 ministros do STF: Marco Aurélio Melo (relator), Alexandre de Moraes, Luiz Fux, Rosa Weber e Luís Roberto Barroso.

O julgamento da denúncia é considerado um teste para o acordo de delação premiada fechado em 2017 pelo empresário Joesley Batista e outros executivos de sua empresa, a JBS, com a Procuradoria.

A defesa de Aécio questionou a legalidade das ações da Procuradoria durante as negociações da delação de Joesley e no período em que foram produzidas as provas que sustentam a denúncia.

Aécio foi acusado por ter recebido R$ 2 milhões em espécie de Joesley. Segundo a Procuradoria era propina para o senador. O mineiro se defendeu dizendo que precisava de ajuda para pagar advogados e negociou um apartamento de sua mãe com o empresário.

Deixe uma resposta