Paraná Extra

Suicídio de professores(as) no Paraná aumenta 15 vezes em cinco anos

 

 

 

Dados do Ministério da Saúde obtidos pela APP-Sindicato revelam um crescimento alarmante no número de professores(as) que cometeram suicídio nos últimos anos no Paraná. Houve um caso em 2014, quatro em 2015, oito em 2016, 12 em 2017 e atingiu a marca de 15 em 2018.

De acordo com o sexo, foram 21 homens e 19 mulheres. Já em relação a idade, a maioria tinha entre 40 e 49 anos (19 casos), seguida pela faixa de 30 a 39 (nove), 50 a 59 (seis) e 20 a 29 (três). Nas idades de 60 a 69, 70 a 79 e 80 ou mais, houve um suicídio em cada.

Nas estatísticas estão incluídos professores(as) da rede pública e da iniciativa privada de todos os níveis de ensino. Os dados foram extraídos do Sistema de Informação de Mortalidade (SIM) e fornecidas ao Sindicato pela Secretaria de Saúde do Paraná (Sesa).

Deixe uma resposta