Paraná Extra

Suspeitos de explorar sexualmente adolescente são presos pela polícia

Policiais civis do 7º Distrito Policial (DP) da capital prenderam, na terça-feira (22), por volta das 20h, Elcio José Nunes da Silva, 35 anos, e Jenifer dos Santos, 20, suspeitos de aliciar uma adolescente de 17 anos para prostituição.

 

Elcio e Jenifer são responsáveis por uma casa noturna localizada na Rua das Carmelitas, no bairro Hauer, em Curitiba, onde os policiais civis encontraram uma adolescente de 17 anos que fazia “programas” no local. De acordo com as investigações, ela cobrava R$ 220 por uma hora e R$ 100 por meia hora.

 

Segundo o delegado do 7º DP, Amarildo Antunes, responsável pela operação que resultou na prisão dos detidos, no início desta semana a mãe da garota procurou a delegacia pedindo ajuda porque a filha estaria se prostituindo com ajuda de outras pessoas. “Montamos uma campana próximo à casa noturna e esperamos a adolescente aparecer no local, pois nossa preocupação era que alguém pudessem esconder a vítima no caso de uma batida policial”, explicou o delegado.

 

Com a jovem os policiais encontraram papéis referentes à contabilidade da casa noturna e uma carteira de identidade de uma outra pessoa maior de idade, que seria usada para burlar uma eventual fiscalização da polícia. Ela disse que a identidade foi emprestada há algum tempo para que pudesse entrar em uma festa como maior e não havia mais devolvido.

 

“Além das declarações da adolescente, confirmando a exploração sexual, foi apreendido também um caderno onde eram contabilizados os programas feitos pela adolescente e de outras mulheres”, afirmou o delegado. Elcio e Jenifer responderão por favorecimento da prostituição de vulnerável, cuja pena pode chegar até dez anos de prisão.

 

Deixe uma resposta