Paraná Extra

Transporte coletivo metropolitano vai à justiça alegando prejuízo

As empresas de transporte coletivo da Região metropolitana de Curitiba querem elevar a tarifa técnica de ônibus para R$ 5,92 ou que o governo estadual pague subsídios que cubram a diferença entre o custo da operação e o valor arrecadado dos passageiros. As 29 empresas entraram com ação judicial alegando prejuízo.

O principal argumewnto é de que para operar o sistema de transporte o custo atinge R$ 38,6 milhões, mas a receita registrada é de R$ 28,8 milhões mensais. A diferença, de cerca de R$ 9 milhões por mês, deveria ser arcada por subsídios governamentais, mas que têm sido liberados tão somente R$ 7,5 milhões, valor insuficiente para cobrir o prejuízo de R$ 1,6 milhões que as permissionárias vêm acumulando todos os meses desde 2017. Cerca de 300 mil pessoas usam o sistema nos dias de semana.

O recurso pede que a justiça determine imediata regularização desta situação, com o pagamento por parte do governo das diferenças acumuladas e pela autorização para que a tarifa do usuário seja reajustada para nível que cubra totalmente o custo do serviço ou que aumente o subsídio.

 

Deixe uma resposta