Paraná Extra

Treze PMs são inocentados e deputado quer dar medalha a eles

O Tribunal do Júri de Curitiba decidiu absolver nesta segunda-feira (9) todos os 13 policiais militares que foram acusados de matar cinco suspeitos de roubar um carro. O caso aconteceu em 2009, em Curitiba. Os acusados foram julgados por um júri popular. De acordo com a juíza que comandou a sessão, na sala secreta, os jurados decidiram que os policiais não eram culpados nem por homicídio nem por fraude processual.

Depois da leitura da sentença, os presentes aplaudiram de pé os policiais. Houve muita comoção tanto dentro quanto fora do Tribunal, onde fogos de artifício forma disparados.

O julgamento começou na última quarta-feira (4). Nesta segunda houve a fase de réplica e tréplica. Depois disso, o conselho de sentença se reuniu para a decisão final. Uma fila de interessados em acompanhar a decisão chegou a ser formada em frente ao Tribunal do Júri.

Este foi o maior julgamento do estado, considerando o número de réus e de testemunhas arroladas. O Ministério Público vai avaliar se recorre da decisão.

O fato foi registrado na tribuna da Assembléia pelo deputado mauro Moraes, que chegou a pedir que os PMs sejam condecorados com medalhas “pelo risco que correram”.

Deixe uma resposta