Paraná Extra

UFPR convoca 2570 inscritos no vestibular pelo sistema de cotas

O vestibular 2017/2018 da UFPR tem 2.570 inscritos pelo sistema de cotas, dos quais 2.465 autodeclarados pretos ou pardos, 17 indígenas e 88 pessoas com deficiência. A convocação desses candidatos para as bancas de validação de autodeclaração foi publicada pelo Núcleo de Concursos (NC) na última sexta-feira (29). Eles deverão se apresentar perante as bancas entre os dias 9 e 20 de outubro. O dia, horário e local para comparecimento de cada candidato será divulgado nesta quarta-feira (4), no site http://portal.nc.ufpr.br/PortalNC/Concurso?concurso=PS2018

Esta é a primeira vez que a UFPR realiza as bancas de validação de autodeclaração antes da primeira fase do vestibular. A medida visa permitir que os candidatos cujas autodeclarações eventualmente sejam invalidadas continuem participando do processo seletivo para ingresso na universidade. O candidato que não comparecer à banca ou tiver sua autodeclaração rejeitada será automaticamente migrado para a segunda opção de categoria de concorrência indicada por ele no ato da inscrição (os candidatos puderam se inscrever, por exemplo, como pardo e pessoa com deficiência) ou para as vagas de concorrência geral.

As bancas de validação funcionará simultaneamente em Curitiba, Toledo, Palotina, Jandaia do Sul e Matinhos e serão específicas por categoria: pretos e pardos, indígenas e pessoas com deficiência. Para cada categoria há uma Comissão Específica de Validação, à qual compete designar os integrantes das bancas.

Cada banca será composta por no mínimo três integrantes, dos quais ao menos um integrante do quadro de servidores da UFPR e um representante da comunidade externa. Os candidatos deverão se apresentar perante a banca levando documento oficial com foto. A ausência de documento com foto determinará a invalidação automática da autodeclaração.

As entrevistas com os candidatos serão gravadas em vídeo, para utilização posterior na avaliação de recursos que venham a ser protocolados por candidatos cujas autodeclarações sejam rejeitadas. Os recursos deverão ser protocolados no site do Núcleo de Concursos, das 8h30 do dia 24 de outubro até as 17h30 do dia 25.

Critérios

As bancas de validação das autodeclarações seguirão os seguintes critérios:

Pretos e pardos: será considerado única e exclusivamente o fenótipo negro como base para análise e validação, excluídas as considerações sobre a ascendência. Entende-se por fenótipo o conjunto de características físicas do indivíduo, predominantemente a cor da pele, a textura do cabelo e os aspectos faciais que, combinados ou não, permitirão validar ou invalidar a autodeclaração.

Indígenas: os candidatos devem apresentar o Termo de Autodeclaração de Identidade Indígena – TADII, acompanhado da seguinte documentação: a) RANI – Registro de Nascimento Indígena e/ou Carta de Recomendação, emitida por liderança indígena reconhecida ou ancião indígena reconhecido ou personalidade indígena de reputação pública reconhecida ou órgão indigenista e/ou Histórico Escolar emitido por escola indígena; b) Memorial de Educação Indígena (texto dissertativo sobre a trajetória de vida do ponto de vista dos estabelecimentos escolares que frequentou, dos processos educativos indígenas que participou, e indicando explicitamente o nível de apropriação da língua indígena – compreende, lê, escreve, fala).

Pessoas com deficiência: a banca fará a avaliação com base na indicação do candidato por ocasião da inscrição no processo seletivo e os documentos comprobatórios enviados ao NC/UFPR durante o período de inscrição.

Aplicativo

Um aplicativo inédito desenvolvido pelo Núcleo de Concursos da UFPR dará suporte ao trabalho das bancas de validação das autodeclarações de candidatos inscritos para o vestibular pelo sistema de cotas. O aplicativo será alimentado com informações em tempo real pelos avaliadores, eliminando a papelada do processo, além de fazer a filmagem das entrevistas dos candidatos.

De acordo com o coordenador do Núcleo de Concursos, professor Mauro Belli, todo o processo de validação das autodeclarações será feito por meio da nova plataforma. “É um sistema inovador, preparado para armazenar informações em tempo real, tornando o processo integrado e totalmente on-line”, diz.

Segundo Belli, a plataforma vai facilitar o trabalho, que este ano será muito maior, dado o grande número de candidatos que serão submetidos às bancas. No vestibular anterior (para ingresso na UFPR em 2017), a banca de validação de autodeclaração de pretos e pardos ocorreu depois da divulgação do resultado da segunda fase do vestibular e avaliou 935 candidatos.

Deixe uma resposta