Paraná Extra

Universidade de Maringá faz acordo com MPF e distribuirá bolsas

O Ministério Público Federal (MPF) firmou Termo de Ajuste de Conduta (TAC) com a Unidade de Ensino Superior Ingá (Uningá), situada em Maringá. A universidade disponibilizará 11 bolsas de estudos integrais, em seis cursos presenciais que oferece na área da saúde (biomedicina, enfermagem, farmácia, fisioterapia, medicina e nutrição), para alunos economicamente hipossuficientes. O valor total das bolsas chega a R$ 1.089.852,00.

Será contemplado com a bolsa de estudo integral o candidato que for aprovado no processo seletivo da instituição em classificação compatível com o total de bolsas ofertadas (terão preferência os candidatos que obtiverem as melhores posições no resultado final), desde que cumpra as seguintes condições: “(i) comprovar renda familiar bruta mensal de até 1,5 salário-mínimo por pessoa, (ii) ter cursado todo o ensino médio na rede pública ou na rede particular na condição de bolsista integral da própria escola; (iii) não ter vínculo trabalhista com a Uningá, ainda que mediante contrato de terceirização de mão de obra; (iv) não manter vínculo de parentesco, em linha reta ou colateral, até o quarto grau, tampouco casamento ou união estável, com qualquer funcionário, professor ou diretor da instituição de ensino”.

O TAC, firmado em 19 de outubro e homologado judicialmente em 16 de novembro, é parte de Ação Civil Pública que tramita na 2ª Vara Federal de Maringá. As bolsas serão disponibilizadas no próximo vestibular da instituição.

Deixe uma resposta