Paraná Extra

Vendas do comA�rcio crescem 0,5%, diz pesquisa do IBGE

De agosto para setembro, as vendas do comA�rcio varejista cresceram 0,5% no paA�s. De julho para agosto, o comA�rcio havia recuado 0,4%. Os dados da Pesquisa Mensal de ComA�rcio (PMC) foram divulgados hoje (14), no Rio de Janeiro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e EstatA�stica (IBGE).

O comA�rcio tambA�m teve altas de 0,1% na mA�dia mA?vel trimestral, de 6,4% na comparaA�A?o com setembro de 2016 e de 1,3% no acumulado de 2017. Em 12 meses, no entanto, o volume de vendas apresenta uma queda acumulada de 0,6%.

De setembro para outubro, houve crescimento em cinco dos oito segmentos pesquisados pelo IBGE, com destaque para os artigos farmacA?uticos, mA�dicos, ortopA�dicos e de perfumaria (4,3%).

TambA�m tiveram alta os setores de outros artigos de uso pessoal e domA�stico (2,9%), supermercados, produtos alimentA�cios, bebidas e fumo (1%), equipamento e material para escritA?rio, informA?tica e comunicaA�A?o (0,9%) e tecidos, vestuA?rio e calA�ados (0,2%).

TrA?s atividades acusaram queda no volume de vendas: combustA�veis e lubrificantes (-0,7%), mA?veis e eletrodomA�sticos (-0,7%) e livros, jornais, revistas e papelaria (-3,4%).

Considerando-se tambA�m os setores de materiais de construA�A?o e de venda de peA�as e veA�culos, o chamado varejo ampliado, o volume de vendas teve alta de 1% na comparaA�A?o com agosto deste ano. As vendas de materiais de construA�A?o avanA�aram 0,5%, enquanto os veA�culos, motos e peA�as recuaram 0,4%.

O varejo ampliado teve ainda altas de 0,5% na mA�dia mA?vel trimestral, de 9,3% na comparaA�A?o com setembro de 2016 e de 2,7% no acumulado do ano. No acumulado de 12 meses, no entanto, o varejo ampliado recuou 0,1%.

Receita nominal

A receita nominal do comA�rcio varejista teve avanA�os nas comparaA�A�es com agosto (1,1%), com setembro de 2016 (4,5%), na mA�dia mA?vel trimestral (0,4%), no acumulado do ano (2%) e no acumulado de 12 meses (2,2%).

A receita nominal do varejo ampliado tambA�m anotou avanA�os em todos os tipos de comparaA�A?o: de agosto para setembro (1,3%), em relaA�A?o a setembro de 2016 (7%), na mA�dia mA?vel trimestral (0,6%), no acumulado do ano (2,8%) e no acumulado de 12 meses (1,8%).

(AgA?ncia Brasil)

Deixe uma resposta