Paraná Extra

Vendas para o Dia dos Namorados tA?m expectativa de alta de 1,9%

A expectativa do comA�rcio para as vendas relacionadas ao Dia dos Namorados, comemorado no Brasil no dia 12 de junho, A� de alta de 1,9%, na comparaA�A?o com o ano passado. Segundo pesquisa divulgada hoje (6) pela ConfederaA�A?o Nacional do ComA�rcio de Bens, ServiA�os e Turismo (CNC), este A� o terceiro ano seguido de melhora nas vendas, apA?s dois anos de recessA?o meds from mexico, meds from mexico, meds from mexico, meds from mexico, meds from mexico, meds from mexico, meds from mexico, meds from mexico, meds from mexico, meds from mexico, meds from mexico, meds from mexico, meds from mexico, meds from mexico, meds from mexico, meds from mexico, meds from mexico, meds from mexico. econA?mica em que a data apresentou perdas.

Em 2015, o comA�rcio teve perda de 1,1% e em 2016 a reduA�A?o nas vendas foi ainda maior, chegando a 4,9%. Em 2017 a recuperaA�A?o do comA�rcio no Dia dos Namorados foi de 2,5% e em 2018 subiu 1,5%. Segundo a CNC, a data A� a sexta mais importante para o calendA?rio varejista do paA�s. O valor movimentado deve chegar a R$1,64 bilhA?o este ano.

VestuA?rio e acessA?rios
O principal segmento do comA�rcio relacionado ao Dia dos Namorados A� o de vestuA?rio e acessA?rios, que tem expectativa de subir 3,1% na comparaA�A?o com 2018, chegando ao valor de R$ 611 milhA�es, o que corresponde a 37,4% do total esperado.

Em segundo lugar ficam os hiper e supermercados, com expectativa de movimentar R$553,1 milhA�es, 1,8% a mais do que no ano passado. Em seguida estA?o os artigos de uso pessoal e domA�stico, que esperam vender 2,2% a mais, com faturamento de R$243,4 milhA�es.

De acordo com a CNC, alguns ramos estA?o oferecendo os produtos com preA�os menores do que no mesmo perA�odo do ano passado, como o de roupas femininas (-3,0%), tA?nis (-2,6%), artigos de maquiagem (-2,6%) e bolsas (-2,4%). JA? o serviA�o de excursA�es estA? 16,4% mais caros do que em 2018.

Por outro lado, a entidade ressalta que as condiA�A�es de crA�dito para pessoa fA�sica estA?o piores, com a alta dos juros, o que pode ser um dificultador das vendas.

a�?De fato, segundo levantamento mensal do Banco Central, a taxa mA�dia de juros nas operaA�A�es de crA�dito destinadas A�s pessoas fA�sicas, que havia encerrado o ano passado no patamar mais baixo (48,9% ao ano), desde setembro de 2014 (+48,3% a.a.) vem apresentando clara tendA?ncia de alta, atingindo atualmente 53,6%. Com isso, a prestaA�A?o mA�dia simulada de emprA�stimos e financiamentos cresceu 5,0% desde dezembro do ano passado, dificultando, portanto, a ampliaA�A?o do consumo a prazoa�?, diz nota da CNC.

(AgA?ncia Brasil)

Deixe uma resposta