Paraná Extra

Vereadora de Curitiba é alvo do Gaeco suspeita de “rachadinha”

A vereadora Fabiane Rosa (PSD) foi encaminhada ao Grupo de Atuação de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Paraná (MPPR), para ser ouvida. Ela é alvo de uma ação que investiga a suspeita de um esquema de ‘rachadinha’ no gabinete na Câmara Municipal de Curitiba. Buscas foram realizadas no gabinete da vereadora nesta manhã desta segunda-feira, 27 de julho.

De acordo com as investigações, Fabiane Rosa é suspeita de participar do esquema em que parte dos salários dos servidores do gabinete eram devolvidos para a parlamentar.

Deixe uma resposta