Paraná Extra

Acordo salarial afasta greve de trabalhadores da limpeza urbana

Não haverá mais greve dos trabalhadores da limpeza urbana em Curitiba. Segundo o Sindicato dos Empregados em Empresas de Asseio e Conservação de Curitiba  os representantes da categoria, Prefeitura de Curitiba e da Cavo-Estre, empresa responsável pela coleta na cidade, chegaram a um acordo para um reajuste salarial.

Desta forma, os funcionários da limpeza pública terão 6, 22% de reajuste no salário de forma escalonada. Além de um reajuste salarial a partir de fevereiro de 2022 de 1,72% para compor os 6, 22%, que será escalonado.

Os trabalhadores da Cavo-Estre, responsáveis pela limpeza pública de Curitiba, tinham aprovado indicativo de greve em assembleia na noite de quarta-feira (5). A suspensão total da coleta de lixo, varrição e limpeza especial estava prevista para começar na terça-feira (11).

O impasse aconteceu porque mesmo após três rodadas de negociações da Campanha Salarial com a empresa e a Prefeitura, a proposta de reajuste manteve-se em 3,92% apenas nos salários, índice inferior à média de outros acordos já firmados no Paraná.
A Cavo-Estre é uma das maiores empresas de limpeza pública do Brasil, com mais de 2.000 trabalhadores somente na Capital.

Deixe uma resposta