Paraná Extra

Curitiba teve mais mortos do que nascimentos em abril

Curitiba e outras oito capitais do país tiveram mais registros de óbitos do que de nascimentos no mês de abril, de acordo com dados preliminares do Portal da Transparência do Registro Civil.

Para Curitiba, São Paulo (SP) e Vitória (ES) abril foi o primeiro mês desde que iniciou a série histórica em 2003, em que o número de mortes supera o de nascimentos. Já em Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ), São Luís (MA), Porto Alegre (RS), Fortaleza (CE) e Recife (PE) a situação já havia sido registrada nos últimos meses de pandemia.

Os dados constam no Portal da Transparência do Registro Civil, base de dados abastecida em tempo real pelos atos de nascimentos, casamentos e óbitos praticados pelos Cartórios de Registro Civil do País, administrada pela Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen-Brasil), cruzados com os dados históricos do estudo de Estatísticas do Registro Civil, promovido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), com base nos dados dos próprios cartórios brasileiros.

Em Curitiba até a última sexta-feira (30) eram 1.686 mortes e 1.638 nascimentos, enquanto que em abril de 2020 foram 1.159 nascidos vivos a mais na cidade.

Deixe uma resposta