Paraná Extra

Em seis meses, aviões do governo somam 11 dias no ar entregando vacinas

Em seis meses de vacinação contra o coronavírus, mais de 8,5 milhões de doses foram distribuídas para os 399 municípios do Paraná. Desde o primeiro lote desembarcado no Estado, em 18 de janeiro, o compromisso firmado pela Secretaria Estadual de Saúde foi de entregar os imunizantes a todo o Estado em até 48 horas. Depois de 30 remessas recebidas, essa logística agora acontece em menos de um dia.

Tal velocidade só é possível graças a uma parceria entre a Secretaria da Saúde e a Casa Militar do Governo do Estado, responsável pela entrega aérea das vacinas às Regionais de Saúde mais distantes da Capital. Até o dia 30 de junho, as quatro aeronaves utilizadas no serviço somaram 273 horas e 35 minutos de voo — o equivalente a 11,2 dias ininterruptos no ar nos 181 dias de campanha. O levantamento é do Departamento de Transporte Aéreo da Casa Militar.

A Casa Militar disponibiliza quatro aeronaves para o serviço: três aviões e um helicóptero. Os aviões são dos modelos Cessna Grand Caravan, um Beechcraft King Air C90 e um Beechcraft King Air 350. Já o helicóptero é do modelo Eurocopter EC 130 B4.

“O Governo do Estado não mede esforços para fazer com que as vacinas que tocam o solo paranaense sejam rapidamente distribuídas para as Regionais de Saúde, chegando a todos os municípios. Essa isonomia é o ponto alto do trabalho de levar vacinas aos paranaenses”, afirma o secretário da pasta, Beto Preto.

O major Gustavo Hauenstein, chefe da divisão de transporte aéreo da Casa Militar, explica que a agilidade aumentou conforme crescia a experiência. “Em uma única tarde, nós distribuímos doses para o Paraná inteiro — o que, se fosse de caminhão, refrigerado ou normal, levaria quase dois dias. Se em uma tarde tem distribuição da Secretaria, na manhã do dia seguinte as prefeituras já estão vacinando. Isso dá uma boa agilizada”, conta.

“A parceria realizada com a Casa Militar está sendo extremamente importante para a entrega de medicamentos e vacinas. Estamos conseguindo distribuí-los a todas as Regionais em menos de 24 horas”, reforça Margely de Souza Nunes, diretora do Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar).

Deixe uma resposta