Paraná Extra

Empresário pode ter morrido afogado em Camboriú

A causa da morte do empresário curitibano Cristofer Lenon Paixão Toporowicz (foto), de 21 anos, encontrado morto na manhã do último domingo (11) na Praia do Estaleirinho, em Balneário Camboriú (SC), pode ter sido um afogamento. A reportagem da Banda B entrou em contato na tarde desta terça-feira (13) com a Divisão de Investigações Criminais (DIC) de Itajaí, que responde por Camboriú, e foi informada pelo policial de plantão que os indícios são de um afogamento, entretanto, apenas o laudo do Instituto Médico Legal irá precisar.

 

Mesmo em caso de ser um afogamento, os policiais pretendem investigar em qual sitação aconteceu o caso. Foi perguntado em quanto tempo o laudo ficará pronto, mas o policial não soube precisar.

 

Relembre o caso

 

O jovem empresário foi encontrado morto na Praia do Estaleirinho depois de a família passar oito dias sem notícias dele. O jovem é de Curitiba e morava na Cidade Industrial. De acordo com informações do Instituto Médico Legal (IML), o corpo de Cristofer já estava em avançado estado de decomposição.

 

Cristofer era proprietário de uma loja de móveis para escritório no bairro Orleans, em Curitiba, e desapareceu no último dia 3, por volta das 14h30, quando saiu para comprar um chinelo e recarga para celular. Ele estava na companhia de amigos onde passariam o feriadão de Finados na praia de Itapema. Eles se hospedaram em um hotel no bairro Ilhota.

 

Os amigos, em depoimento à polícia, disseram que Cristofer saiu para comprar um par de chinelos e logo voltaria. Esta foi a última vez que eles o viram. Ainda, de acordo com o depoimento, os jovens teriam levado uma foto do amigo ao mercado aonde ele iria. O proprietário informou que o jovem esteve lá e fez compras.

 

O sepultamento do jovem aconteceu ontem (12) no Cemitério Paroquial Campo Comprido em Curitiba.

(Portal Banda B)

Deixe uma resposta