Paraná Extra

Operação mira organizações criminosas dentro de presídios

O Ministério Público do Paraná e a Polícia Militar do Paraná, com apoio do  Departamento Penitenciário (DEPEN), deflagraram na manhã desta quarta-feira (3), a operação Stuck, voltada a coibir uma organização criminosa que atua em diversos estados, a partir de presídios.

Estão sendo cumpridos mandados de prisão e de busca e apreensão em Curitiba, Piraquara, Colombo, Fazenda Rio Grande, São José dos Pinhais, Araucária, na Região Metropolitana, além de Matinhos, no litoral do Paraná.

Foram cumpridos 33 mandados de prisão preventiva e 24 mandados de busca e apreensão.
Cerca de 140 agentes públicos participam da ação, entre promotores de Justiça, policiais militares e agentes penitenciários, de diversas unidades do estado.
Os alvos da operação pertencentes a organização criminosa responsável por crimes como tráfico de drogas, associação para o tráfico, porte/posse de armas de fogo e homicídios, sendo que grande parte dos crimes tem como foco a obtenção de recursos para manutenção das atividades da facção e financiamento de ações criminosas.

Deixe uma resposta