Paraná Extra

Servidores estaduais paralisam atividades nesta sexta-feira

Os servidores estaduais da saúde prometem paralisar as atividades nesta sexta-feira (26), em todo o Paraná. Esta prevista uma concentração em frente ao Palácio das Araucárias, a partir das 14h. Isso porque o secretário da Administração e Previdência, Luiz Eduardo Sebastiani, vai atender o Fórum das Entidades Sindicais, do qual o SindSaúde faz parte junto com outros 13 sindicatos.

O movimento se dá em protesto contra os diversos itens que não estão sendo cumpridos na Lei 13.666/02. Desde abril de 2010, o conjunto do funcionalismo está no aguardo do processo de promoção e progressão, além da extensão de direitos do decreto 7.774 (progressão por tempo de serviço) aos servidores de cargo de agente de apoio e de execução. Na saúde, mais de mil servidores que têm direito, de acordo com a lei 13.666/2002, a receber a promoção ou progressão ainda aguardam pelo direito assegurado.E quanto antes o pagamento sair, menor será o passivo trabalhista do Estado. Há funcionário que já acumula perda de 8 mil reais. Outra reclamação é quanto ao auxílio alimentação. Há 11 anos o valor de R$ 50,00 não é reajustado.

Outra situação levada desde janeiro ao governo é a dos servidores que ocupam funções de agentes de saneamento, auxiliares de laboratório, atendentes de farmácia e parte dos auxiliares administrativos. Esses profissionais sofrem com o rebaixamento há mais de uma década.  Em 1997, a lei 11.714, acabou com o quadro próprio da saúde e transferiu os funcionários para o Quadro Geral do Estado.
Com essa lei, houve o rebaixamento funcional e muitos funcionários da Sesa foram prejudicados. Hoje, os servidores estão na tabela de agente de apoio, quando deveriam estar na de agente de execução.

Deixe uma resposta