Paraná Extra

Vacinas da Pfizer serão encaminhadas à prefeitura da Capital nesta quarta

A primeira remessa das vacinas contra a Covid-19 produzidas pela farmacêutica norte-americana Pfizer em parceria com a empresa de biotecnologia alemã BioNtech já está no Paraná. As 32.760 doses desembarcaram no Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, na noite desta segunda-feira (3). De lá, o material foi encaminhado ao Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar) para validação da qualidade e armazenamento – o lote chegou ao local às 20h20.

Por causa das especificidades técnicas e exigências de armazenamento em temperaturas muito baixas, as vacinas da Pfizer serão distribuídas apenas em Curitiba, seguindo orientação da Coordenação-Geral do Programa Nacional de Imunizações (PNI) do Ministério da Saúde. O material deve ser encaminhado para a prefeitura da Capital na quarta-feira (5).

“O número oficial é de 29.484 doses, mais a reserva técnica. Essa primeira carga ficará em Curitiba. Elas ficarão nos nossos freezers à disposição do município”, afirmou o secretário estadual de Saúde, Beto Preto.

Segundo ele, cada frasco tem seis doses. Uma vez aberto o recipiente, o espaço de aplicação será de seis horas.

Ele também disse que as próximas remessas dos imunizantes da Pfizer deverão ser encaminhadas para outros grandes centros urbanos do Paraná. “Os vacinadores do Estado e de Curitiba têm vasta experiência com várias vacinas. Estamos preparados. Faremos mais um grande trabalho”, acrescentou Beto Preto.

“Nossos profissionais estão preparados. Depois de quarta-feira levaremos esse quantitativo para o Pavilhão da Cura, no Parque Barigui. Como estamos seguindo rigorosamente o Programa Nacional de Imunizações (PNI), assim que acabar a fase dos idosos começaremos a imunização para gestantes e pessoas com comorbidades”, disse o vice-prefeito de Curitiba, Eduardo Pimentel, que acompanhou a recepção.

Os imunizantes são parte do primeiro lote de 1 milhão de doses enviado pela fabricante ao Brasil. Eles foram produzidos na fábrica da Pfizer em Puurs, na Bélgica. Nesta remessa, o Ministério da Saúde distribuiu 500 mil doses para os 26 estados mais o Distrito Federal. A outra metade, referente à segunda dose, será encaminhada nos próximos dias. O governo federal tem um acordo de compra de 100 milhões dessas vacinas.

Deixe uma resposta